Embora os estudos sobre o assunto ainda estejam em andamento, os que foram feitos até agora indicam fortemente que o vaping passivo representa pouco perigo, se houver. De fato, o que eles conseguiram mostrar até agora é que o vaping passivo é um problema inexistente, sem risco aparente para a saúde humana.

Use o bom senso, mantenha líquidos e cigarros eletrônicos fora do alcance das crianças. Tente minimizar a quantidade de vapores em torno das crianças e não use um e-cig em um espaço confinado com elas.